Filipe da Graça LP

by Filipe da Graça

/
  • Streaming + Download

     

1.
2.
03:09
3.
04:08
4.
02:49
5.
04:18
6.
7.
02:15
8.
02:49
9.
02:56
10.

about

Disco de estreia de Filipe da Graça

credits

released March 17, 2011

Todas as letras e músicas são do Filipe da Graça (excepto o coro que se ouve na última faixa, gentilmente cedido pelo João Ribeiro e pela Fado Filmes).
Foram gravadas e masterizadas pelo Sebastien Matias e produzidas pelo C de Croché e o Filipe da Graça, que também as misturou.
"Filipe da Graça", o conceito, é da autoria do Carlos Boto, tal como a foto da capa.
A foto de trás é do João Gambino e o trabalho gráfico é do C de Croché.
Agradeço a todos os que o construiram, directa ou indirectamente.

tags

license

all rights reserved

about

Filipe da Graça London, UK

contact / help

Contact Filipe da Graça

Streaming and
Download help

Track Name: Coisa Branca
Ó Coisa Branca, porque é que não vens mais pràqui?
Ó Coisa Branca, porque é que não cais mais pràqui?
Track Name: Portobello
A correr pelas amendoeiras
Em plena Primavera
Eu tinha quatro anos

Em água com sal e cloro
E turistas de Famalicão
Eu tinha 11 anos

Dizem que de onde eu venho faz muito mal
Mesmo muito, muito mal


O Mundo é tão grande quando se vem de Portobello
Pensamos que o estrangeiro é o que temos em casa


Numa garagem a rasgar as peles
Era tão lindo o Novo-Metal
Eu tinha 15 anos

Numa acelera a dois tempos
A caminho da rodoviária
Eu tinha 18 anos

Parece que de onde eu venho afinal
Já não faz assim tanto mal


O Mundo é tão grande quando se vem de Portobello
Pensamos que o estrangeiro é o que temos em casa


O Mundo é tão grande quando se vem de Portobello
Pensamos que o estrangeiro é à porta de casa

Tenho saudades de ser o mais loiro
Tenho saudades de correr nu
Pela Praia da Oura vazia
Track Name: Férias
Eu estou de férias
E tenho casa
Trouxe o canito
E a namorada


Mas eu estive
Ai eu estive
Toda a minha vida


Estou deslocado
Da minha casa
Estou de partida
E de chegada


Mas eu estive
Ai se estive
Toda a minha vida
Track Name: Montanha
Ó vá lá
Estende-me a mão
Ó vá lá
Entrega-me a mão

Oh, you motherfuckers!

Desliga as luzes vamos aterrar
O mau tempo já vai passar

Ó vá lá..
Ó vá lá...
Ó vá lá!
Track Name: Joia de África
Tocam as 2009
E lá vou eu pra Marracuene
Vai ser tão duro
Que eu nem suporto
Ouve-me e ajuda-me
Espera por mim
Que o amanhã crê em nós


Não te preocupes minha querida
Que eu não saio daqui, não saio


Tocam as 2010
E levam-me pró Chimoio
Desta vez é selvagem
E até vai haver as cobras más
Tirem-me daqui!

Tocam as 2011
O que é que vai ser da próxima vez


Não te preocupes minha querida
Que eu não saio daqui, não saio
Pernas depiladas só vou querer as tuas
E o coração, esse já o tens na mão
Track Name: PAL
Tu que me falas através do vídeo
Foste-te embora e só me deixaste o cão e os teus alunos

Tu que me enquadras com cuidado
Foste-te embora e só me deixaste o cão e os teus alunos

Tu que estás entre as linhas do PAL
Foste-te embora e só me deixaste o cão e os teus alunos

Tu que te intitulas de "mãmã"
Foste-te embora e só me deixaste o cão e os teus alunos


Foste-te embora
Foste-te embora
Foste-te embora
Foste-te embora

Uh-uh
Track Name: Velhada
Vou à zona dos frescos para ver os mamilos das mulheres
Apanho o 732 porque passa no Saldanha
Vou parar à Suécia porque elas lá são loiras
Vou para o Algarve porque elas lá são morenas

Não percas tempo na masturbação
A resposta está no teu coração

Só saio de casa à hora de ponta
Pra desentupir as artérias desta cidade
Com o turbo ligado para não engasgar
A minha máquina assassina com que vou descolar

Não percas tempo na masturbação
A resposta está no teu coração

Ou seja,

No número 84
Da Leite de Vasconcelos
Track Name: Mosca
Tens um efeito incrível em mim
E eu até me pareço encaixar em ti
Naquilo que tu precisas eu esforço-me
Naquilo que eu preciso tu cá esfolas-te


E afinal não é preciso ser
E afinal não é preciso temer
E afinal os meus amigos são todos assim


Dei o meu melhor sem esquecer
Os fantasmas que trazia comigo
Sai de lá com a sensação
De que precisavas desta canção


E afinal não é preciso ser
E afinal não é preciso temer
E afinal os meus amigos são todos assim!


Moscas
São moscas

São todos umas moscas